Olá! Tudo bem com você? Como está a sua energia?

Lendo novamente o livro Jesus, o maior líder que já existiu (de Laurie Beth Jones), achei um trecho que vale a pena tratar e dividir com você, pois está diretamente ligado com a nossa felicidade pessoal, profissional, e a nossa performance como Líder. 

Se você tivesse o poder de fazer qualquer coisa, como decidiria o que, e como fazer?

Isso pode parecer uma questão insignificante, mas pense, você está colocando sua energia onde realmente importa?

Vamos falar aqui no início sobre o maior Líder de todos os tempos: Jesus Cristo!

Importante enfatizar que não entraremos em questões religiosas, pois respeito sempre todas as crenças, inclusive, se você não acredita em um ser superior. 

Peço apenas que, caso não acredite, faça a interpretação da leitura com foco em “não desperdiçar energia”.

E veja bem, se não crê em Jesus como Salvador, eu respeito, mas jamais poderá negar que ele é um grande Líder, que seus ensinamentos são sensacionais.

Preciso frisar também que a bíblia é uma fonte de sabedoria inesgotável! Você pode aprender muito para aplicar na sua vida, independente se você acredita ou não. 

Mas vamos lá! 

Jesus possuía muita energia e sabia como direcioná-la. Ele tinha tanta clareza sobre sua missão que evitava desperdícios de energia reais e potenciais.

Embora fosse um Mestre, ele se recusava a envolver-se em debates inúteis com pessoas que não queriam aprender, e sim discutir. Mesmo em seu julgamento, não perdeu tempo nem energia com o que sabia ser uma defesa sem sentido.

Apesar de ser um recrutador de pessoas, Jesus nunca se desgastava suplicando aos outros que o seguissem ou tentando manipulá-los. 

Na verdade, ele treinava os membros da equipe a “sacudir o pó dos pés” (Mateus 10:14), e continuar o caminho caso não fossem bem recebidos e ouvidos.

Aconselhava-os a não “lançar pérolas aos porcos” (Mateus 7:6), uma imagem bem forte sobre a importância de saber onde e com quem compartilhar o tesouro de sua força.

Eu acredito que desperdiçamos energia em nossas vidas diárias com palavras de raiva, distrações desnecessárias ou intromissões nos negócios e na vida dos outros, quando deveríamos prestar mais atenção às nossas responsabilidades. 

Às vezes entramos em discussões banais sobre política, futebol, entre outras  coisas, que não levam a nada. 

Muitas vezes esses debates desnecessários acontecem em redes sociais, para todo mundo ver, gastando horas e mais horas em algo na maioria das vezes inútil, só porque queremos mostrar que temos razão, independente de qualquer coisa. 

“Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil” – (R. J. Palácio)

Eu, particularmente, amo essa frase!

Veja bem, a vida já é tão desafiante por si só, já são tantos sustos, perdas, falhas e desafios que enfrentamos dia a dia, que não deveria sobrar energia para embates desnecessários, com o único objetivo de provar o quanto estamos certos e cheios de verdade em nossos posicionamentos.

Não sei se você percebe, mas de repente todo mundo virou “pai e mãe” de um partido, de uma religião, de um grupo social. 

De uma hora para outra, vestimos a camisa de um político, de uma ideologia, e nos comportamos como defensores leais e fiéis de uma ordem. 

Divulgamos vídeos editados, muitas vezes repletos de informações falsas, perdemos horas à frente do celular vasculhando documentos que comprovem nossa teoria, nos impacientamos e até brigamos com quem ousa pensar diferente de nós. Amigos, colegas de trabalho, familiares e até cônjuges se separam em nome do tal “amor à causa”.

É impressionante notar como perdemos a compostura ao defender nosso ponto de vista, nem sempre perfeito e verdadeiro, mas fruto da nossa formação e vivência até o momento.

Sabe aquelas pessoas que dizem: Eu falo é na cara, pois sou verdadeira! 

CUIDADO! Dependendo de como, e o que fala, isso ficará mais para uma pessoa sem controle emocional, do que para uma pessoa verdadeira.

E, às vezes, esses desperdícios de energia estão em coisas simples, que você ainda não percebeu.

Certa vez, um jovem que participou de um dos nossos treinamentos, enviou-me uma mensagem agradecendo por ter começado a colocar energia onde trazia resultados para ele.

Ele passava em média durante a noite 4h no Facebook, quando sabia que precisa estudar para um concurso nesse período, pois durante o dia ele trabalhava. 

Mudou este hábito e passou a dispor mais tempo para os estudos. Isso o deixou extremamente feliz pelos resultados que foram mudando na sua vida! 

E você? Que hábitos precisa mudar? 

Identifique aonde você está jogando as suas energia! 

Já ouviu falar em Gasto de Energia Emocional Inútil – GEEI?

Para concluirmos, deixa eu te falar um pouco sobre isso…

O Gasto de Energia Emocional Inútil acontece com mais frequência do que imaginamos. Se você costuma acordar cansado e com dores de cabeça, ter déficit de memória e emoção irritadiça pode estar desperdiçando energia emocional.

Em relação ao momento histórico que estamos vivendo, muitos de nós estão sofrendo, tendo pensamentos e questionamentos que apenas revelam angústia e ansiedade diante de questões que, na realidade, fogem do nosso controle.

Muitas vezes desperdiçamos energia emocional duas vezes: uma antes do fato acontecer, em forma de ansiedade, e outra depois do fato acontecer, em forma de frustração.

Para Augusto Cury (2015), quanto maior o índice de GEEI, menor a capacidade do sujeito de se interiorizar efetivamente, gerenciar suas emoções e ressignificar seus conflitos. 

Os altos índices de GEEI bloqueiam as funções mais nobres da inteligência, comprometendo a concentração, a memória e o raciocínio.

A reclamação excessiva aumenta os índices de GEEI, por isso bloqueia nossa inteligência de várias formas.

Para não ficar muito longo, trataremos mas sobre isso em outros artigos. Mas, espero ter contribuído na sua vida.  

Vou ficando por aqui, mas não sem te perguntar:

Como Jesus, a sua missão é clara o suficiente para entender como não desperdiçar energia?

Você tem discussões sem sentido? Debates inúteis?

Onde você está colocando sua energia?

“Talvez você ainda não tenha resultados maiores como Líder por estar desperdiçando energias.”

E lembre-se sempre: “Não é o que acontece, mas sim como você se comporta diante do que aconteceu. Isso faz a diferença na sua vida.”

Rodynele Mota
Sócio Proprietário ICDT, Coach, Consultor e Palestrante.